New short link!

domingo, 9 de maio de 2010

Ubuntu 10.04, como fazer o Wine funcionar

Com o novo Ubuntu, o Programa Wine deixa de poder funcionar, mas há uma solução:

Tirado daqui,
http://art.ubuntuforums.org/showthread.php?t=1441315&page=5

Telling nautilus to open it with wine using the custom command will in fact open it with wine, which bypasses the launcher which requires the executable bit. I just tested it and it worked fine. Of course, some people had other problems with wine, and for some reason assumed it had something to do with the executable bit, and complained it didn't solve their problem even though the executable bit error never appeared.

I also tested my solution, and it doesn't seem to work. I thought I tested it before. Anyway, this is probably a good compromise. A small change to lucid's wine launcher.




#!/bin/bash

# For use with .desktop files and MIME handlers so that the Ubuntu Policy

# can be followed: programs cannot be executed when they lack the execute bit.

# https://wiki.ubuntu.com/SecurityTeam/Policies#Execute-Permission%20Bit%20Required

exe="$1"

shift || true

if [ -n "$exe" ] && [ ! -x "$exe" ] && \

[ "${exe:0:5}" != "/usr/" ] && [ "${exe:0:5}" != "/opt/" ]

then

if [ -n "$DISPLAY" ] && [ -x /usr/bin/zenity ]; then

/usr/bin/zenity --question --title "Warning: $*" --text "The file '$exe' is not marked as executable. If this was downloaded or copied form an untrusted source, it may be dangerous to run. For more details, read about the executable bit. Would you like to execute it?" && exec "$@" "$exe"

else

echo "$*: '$exe' is not executable. Aborting." >&2

fi

exit 1

fi

exec "$@" "$exe"


Create that script in /usr/local/bin/cautious-launcher, then make it executable. You will still get the same executable bit warning, but will be given the option to proceed. Nobody will unknowingly execute an executable with a double-click, but they can easily do so if they wish with only one additional click if they cannot or would rather not change the permissions of the file.
Podem  copiar, e gravar, ou tirar um script já feito, daqui:

Depois, façam o download para o Desktop, abram o Terminal e entrem estas duas linhas de código, à vez;

      cd Desktop
      sudo mv cautious-launcher /usr/local/bin

Vão a /usr/local/bin, botão direito no Ícone, em Propriedades, façam o script correr como um executável.

De cada vez que correrem um programa .exe, aparece um aviso a dizer
 blá, blá, blá, não é seguro, blá, blá blá, carreguem em sim, e TOCA A ANDAR!


...Uma contribuição, nos comentários, dum Leitor Anónimo, contribuições que são, é claro, sempre bem-vindas:
Anónimo disse...

$sudo vi /usr/share/applications/wine.desktop mude a linha "Exec=cautions-laucher %f wine start /unix" por "Exec=wine start /unix %f". e pronto pode usar o wine numa boa! att: haroldo Brasil!

15 comentários:

  1. XD
    coisa d+

    dar um chmod +x no arquivo

    ResponderEliminar
  2. ...Mas assim, é só uma vez, e para TODOS os programas.

    ResponderEliminar
  3. ...E os tipos do Ubuntu são demasiado arrogantes, se no aviso, tiram a opção de dizermos "sim, quero seguir em, diante".

    o Ubuntu NÃO é para ser outro Windows, com uns elitistas patetas, lá de cima, a decidirem tudo por nós.

    ResponderEliminar
  4. Interessante lembrar que as empresas não investem em programação para linux, eles não vão ganhar muito com este usuário então usar o WINE é uma ótima solução, ninguém quer com isso transformar o UBUNTU em um RWINDOWS mas sim utilizar os programas... Só comentei porque o usuário acima não entendeu isso.

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  5. Estou a falar do Ubuntu 10.04, e a sua tendência perigosa para a imposição de tudo e mais alguma coisa pelo seu "Líder", a começar pelos ridículos botões à esquerda, e a terminar nos "executable bits", sem opção de continuar a usar um .exe que os "sábios" da Ubuntu achem PERIGOSO.

    Quanto ao Wine, é impecável, uso e abuso, e por isso mesmo, não quero ter de pedir licença ao senhor Shuttleworth, para usar o Moho, por exemplo.

    ResponderEliminar
  6. Os botões à esquerda não é escolha do lider do ubuntu mas sim do gnome project não do ubuntu, por isso que a proxima versão do ubuntu sairá com o unity em vez de gnome

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Corrijo então, mas eu li a frase do tipo a dizer que "o Ubuntu não é uma Democracia", frase nada agradável...

    E os "executable bits"?

    ResponderEliminar
  9. O Ubuntu fala: mv: impossível obter estado de `cautious-launcher': Arquivo ou diretório não encontrado

    ResponderEliminar
  10. Tem de primeiro, carregar o tal script, para o Desktop, não para outro sítio, veja bem para onde vai o ficheiro.

    ResponderEliminar
  11. É só carregar na palavra script, a azul.

    ResponderEliminar
  12. $sudo vi /usr/share/applications/wine.desktop

    mude a linha "Exec=cautions-laucher %f wine start /unix" por "Exec=wine start /unix %f". e pronto pode usar o wine numa boa! att: haroldo Brasil!

    ResponderEliminar
  13. Vou pôr o Comentário de Anónimo no Post, acho que é o que se deve fazer, e amis uma vez, Obrigado!

    ResponderEliminar